Jornal da Band

EUA encerram investigação sobre existência de vida em Marte

Meteorito de Marte foi analisado, mas não é originário de um ser vivo

Da Redação, com Jornal da Band 14/01/2022 • 22:49

Uma das investigações para descobrir se já houve vida em Marte foi encerrada nos Estados Unidos. Não foi dessa vez que ficou comprovada a existência de um ser vivo no "planeta vermelho".

Um meteorito de 3 quilos descoberto na Antártida em 1984 deu início a debates para saber se havia vida em outro Planeta. A rocha, batizada como Allan Hills - nome do local onde foi encontrada - veio de Marte e teria sido formada há mais de 4 bilhões de anos.

Segundo o último estudo divulgado na revista Science, o meteorito possui componentes orgânicos, à base de carbono, mas que não são originários de seres vivos.

Pesquisadores americanos, alemães e britânicos usaram uma variedade de técnicas avançadas e concluíram que os compostos ricos em carbono da rocha marciana,são resultado de água, provavelmente salgada. O meteorito teria chegado até a Terra após explosões que aconteceram no passado no “planeta vermelho”.  

As pesquisas começaram em 1996. E foram anunciadas na época, pelo então presidente Bill Clinton.

Mas a busca por mais provas de vida em Marte continuam. Na mais recente missão da NASA, o robô Perseverança coletou seis amostras de rochas do solo marciano, que serão analisadas.