Jornal da Band

Hospital usa embalagem de bolo como máscara de oxigênio em bebê internado no RN

Improviso ocorreu porque o Hospital Municipal de Santa Cruz (RN) não possui o equipamento nem suporte de UTI adulto ou pediátrico

Da redação

Médicos de um hospital no Rio Grande do Norte tiveram que improvisar uma máscara de oxigênio para salvarem um bebê de três meses. Desde sábado, a criança esperava por vaga numa UTI pediátrica.

O bebê deu entrada no hospital na cidade de Santa Cruz, a pouco mais de 100 quilômetros de Natal, com dificuldades para respirar. A situação se agravou e, para salvar a vida do paciente, os médicos transformaram uma embalagem descartável para bolo em máscara de oxigênio.

O improviso ocorreu porque o hospital municipal não possui o equipamento nem suporte de UTI adulto ou pediátrico.

A transferência da criança só aconteceu depois de uma decisão judicial, que obrigou a Secretaria de Saúde do estado disponibilizar, em até 24 horas, uma vaga em uma UTI pediátrica. A criança só foi transferida, nesta terça-feira (11), para um hospital de Natal.

Gabriel recebe os cuidados necessários, e a suspeita é de bronquiolite, uma inflamação respiratória que pode se agravar em bebês. Em nota, a direção do Hospital Municipal de Santa Cruz disse que deu ao bebê todo o suporte que estava disponível.

Segundo a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte, 94% das UTIs pediátricas do estado estavam ocupadas e havia outros pacientes classificados com maior prioridade.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais