Jornal da Band

Mais de 30 imigrantes morrem em travessia no Canal da Mancha

Travessia causa problema diplomático, pois Londres acusa Paris de fazer "vista grossa" sobre isso

Da Redação, com Jornal da Band 24/11/2021 • 20:10

Trinta e uma pessoas morreram, nesta quarta-feira (24), em um naufrágio na costa da Inglaterra. Eles tentaram cruzar o Canal da Mancha em um bote improvisado, com mar agitado e baixa temperatura.  

Um barco de pesca francês avistou os corpos boiando na água. Depois o trabalho de resgate contou com barcos e helicópteros.

A menor distância entre a França e o Reino Unido é de Calais até Dover. São cerca de 45 quilômetros. Essa é a rota preferida de milhares de imigrantes que tentam chegar ao território britânico.

Neste ano, quase 26 mil pessoas cruzaram da França para o Reino Unido, mais do que o triplo de 2020. Essa é uma questão que tem gerado um grande desgaste ao governo de Boris Johnson, que prometeu conter a imigração ilegal, além de uma briga diplomática com os franceses.

Londres acusa Paris de fazer vista grossa e permitir que milhares de pessoas façam a travessia. O governo de Emanuel Macron afirma que é impossível monitorar mais de 3 mil quilômetros de costa.

O primeiro-ministro britânico prometeu endurecer as medidas contra os traficantes de pessoas. Já o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que a França não vai permitir que o Canal da Mancha se transforme em um cemitério.