Jornal da Band

PF recupera vinhos furtados do Itamaraty que somam R$ 56 mil

A Polícia Federal recuperou em São Paulo dois vinhos franceses caríssimos que foram furtados do Ministério das Relações Exteriores

Angelo Nascimento, no Jornal da Band 25/09/2021 • 20:29 - Atualizado em 25/09/2021 • 22:44

A Polícia Federal recuperou em São Paulo dois vinhos franceses caríssimos que foram furtados do Ministério das Relações Exteriores, que percebeu a ausência das garrafas em agosto, depois uma conferência de vinhos no Itamaraty.

A PF foi acionada para tentar localizar um Petrus Pomerol da safra de 1980 e um Domaine Conti de 95. Ambos são vinhos franceses: um produzido em Bordeaux e outro na Borgonha, regiões com vinícolas seculares de onde saem as bebidas mais caras do mundo.

O Petrus, por exemplo, custa quase R$ 26 mil o Domaine Conti, R$ 30 mil. Os dois juntos são mais caros que um carro básico, zero quilômetro.

A PF conseguiu chegar ao ladrão, que confessou o furto e indicou quem comprou as bebidas, em São Paulo. As identidades não foram reveladas nem a punição para os envolvidos. Os vinhos recuperados ficam em uma espécie de cofre/adega no Itamaraty, onde estão armazenadas as garrafas doadas de comitivas que visitam o Brasil.

  • Brasil