Jornal da Band

Polícia Federal prende quadrilha que movimentou mais de R$ 2,5 bi

Bando realizava crimes financeiros desde 2011 e ostentava carros de luxo e até lancha

Da Redação, com Jornal da Band 11/05/2021 • 20:28 - Atualizado em 12/05/2021 • 06:50
Bando realizava crimes financeiros desde 2011 e ostentava carros de luxo e até lancha
Bando realizava crimes financeiros desde 2011 e ostentava carros de luxo e até lancha
Reprodução

Uma quadrilha de crimes financeiros foi presa nesta terça-feira (11) no interior de São Paulo, ostentando diversos carros de luxo. Entre eles, um Porsche de quase R$ 2,5 milhões e uma Ferrari de quase R$ 5 milhões. Ao todo, 12 pessoas foram presas.

As fraudes tiveram início em 2011, quando o grupo conseguiu um empréstimo de mais de R$ 70 milhões com a Desenvolve SP (Agência de Desenvolvimento Paulista, órgão de fomento de micros, pequenas e médias empresas paulistas) e com a Caixa Econômica Federal. A partir daí, montou-se um esquema de empresas de fachada de laranjas para movimentar mais de R$ 2,5 bilhões e ocultar um patrimônio milionário.

“Eles pegaram esse dinheiro. A partir disso, começaram a constituir empresas, fazer negócios, não pagar tributos, não pagar absolutamente, não produzir nada”, descreveu Edson Geraldo de Souza, chefe da Polícia Federal.

“(Procuravam) novos bancos, bancos privados inclusive. E esse sistema ia se repetindo. Pessoas que pegavam financiamentos, pegavam empréstimo, não pagavam e desapareciam”, acrescentou.

A Polícia Federal cumpriu 70 mandados de busca e apreensão em quatro estados. Apreendeu R$ 1 milhão em espécie, diamantes e joias – e até uma lancha avaliada em R$ 5 milhões. Mais de R$ 253 milhões foram bloqueados pela Justiça.

A operação ainda acabou com o afastamento de um delegado da própria PF, suspeito de passar informações para o bando durante a investigação.

  • SP
  • Polícia Federal