Jornal da Band

Setor de Turismo defende volta do horário de verão

Empresários da área dizem que uma hora a mais de expediente vai ajudar na retomada da economia

Da Redação

Empresários do setor de turismo querem a volta do horário de verão. Eles dizem que uma hora a mais de expediente vai ajudar na retomada da economia.

Seu Antônio é dono de um restaurante em um dos bairros mais boêmios de Salvador. Na pandemia, o faturamento dele caiu 60%. O empresário acredita que a volta do horário de verão reduziria os impactos.

“O horário de verão é muito bom. Ganha todo mundo, os governantes, os donos de bar e toda a população”, diz Antônio Barreto.

Pensando nisso, representantes de associações empresariais enviaram um ofício ao presidente Jair Bolsonaro pedindo o retorno do horário de verão. Na Bahia, associações das áreas de entretenimento, gastronomia e lazer assinam o documento.

Eles argumentam que o horário de verão ajuda os negócios, com o ganho de uma hora a mais de "dia", auxiliando atividades de Turismo a receber mais clientes. 

O horário de verão foi suspenso no início do governo Bolsonaro. Mas o consórcio de associações argumenta que o setor de gastronomia e entretenimento era um dos mais privilegiados com a procura de clientes e turistas.

No horário de verão, os relógios eram adiantados em uma hora. Esse mecanismo foi adotado sem interrupção de 1985 a 2018, em onze estados. em 2019, o governo federal decretou o fim da medida, alegando que não havia redução do consumo de energia.

Os comerciantes dizem que o horário de verão chegou a promover aumento de 30% na geração de empregos e na arrecadação de tributos, motivados pela intensificação do consumo.

Mais notícias

Carregar mais