Jornal da Band

Sonda que está há 45 anos no espaço manda sinais e intriga a Nasa

A Voyager 1, lançada em 1977, é o equipamento fabricado pelo homem que está mais distante da Terra, fora até do sistema solar, a mais de 23 bilhões de quilômetros de nós

Eduardo Barão 20/05/2022 • 20:13 - Atualizado em 21/05/2022 • 10:23

Uma sonda que está há 45 anos no espaço começou a mandar sinais que tem intrigado a Nasa, agência espacial dos Estados Unidos. 

A Voyager 1, lançada em 1977, é o equipamento fabricado pelo homem que está mais distante da Terra, fora até do sistema solar, a mais de 23 bilhões de quilômetros de nós.

O Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa está investigando dados de telemetria inválidos repassados pelo sistema responsável pelo posicionamento correto da antena da sonda.

Segundo a agência espacial norte-americana, o sistema parece estar funcionando normalmente, mas as informações estão sendo enviadas de forma aleatória, o que é um mistério para os engenheiros.

A Nasa admite que a anomalia pode ser apenas por causa do tempo de uso., mas, por estar no espaço interestelar, um ambiente de alta radiação onde nenhuma sonda jamais esteve, todas as possibilidades estão sendo investigadas.

Sobre a Voyager 1

A Voyager 1 foi lançada com sua irmã gêmea, a Voyager 2, que segue coletando e mandando informações preciosas do espaço.

A bordo das sondas estão discos de ouro que contêm imagens e sons selecionados como exemplos da diversidade de vida e cultura da Terra. 

Os discos foram elaborados com supervisão do astrônomo Carl Sagan a fim de que sejam compreendidos caso sejam encontrados por alguma inteligência extraterrestre.