Jornal da Band

União Europeia anuncia sanções à Rússia; medidas afetam rádios do país

Novas sanções afetam o petróleo russo, o principal banco de Moscou e proíbe as principais emissoras de rádio russas na União Europeia

Sonia Blota 04/05/2022 • 19:51 - Atualizado em 04/05/2022 • 20:35

A União Europeia apresentou, nesta quarta-feira (4), a sexta e mais dura rodada de sanções contra o regime de Vladimir Putin.

Desta vez, com um embargo ao petróleo da Rússia, além de sanções ao principal banco de Moscou e a proibição de emissoras russas nas ondas de rádio do continente.

Em discurso ao parlamento europeu, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que o embargo ao petróleo russo deve ser feito de forma gradual e ordenada. O prazo é até o final do ano para dar tempo aos países membros de garantir novas rotas de abastecimento.

Ataques continuam na Ucrânia

Bombardeios foram registrados em um complexo siderúrgico na cidade sitiada de Mariupol. Lá centenas de civis continuam presos junto com os últimos combatentes ucranianos. Segundo o prefeito, mais de 30 crianças ainda estão no local.

O Ministério da Defesa russo anunciou ter inutilizado seis estações ferroviárias bombardeando linhas de energia. O objetivo é barrar o envio de armas do Ocidente rumo ao leste da Ucrânia.

Na região separatista de Donetsk, 10 trabalhadores de uma siderúrgica - que aguardavam em um ponto de ônibus - foram mortos em um ataque que a Ucrânia afirma ter sido lançado pelas tropas de Moscou.