Polícia avança na investigação da morte de jovens negros

Ian, de 19 anos, e o tio Bruno Barros, de 29, teriam furtado carne em um mercado de Salvador