Jornal da Noite

Chamar homem de "careca" é assédio sexual, diz Justiça do Reino Unido

Decisão tomada por três juízes do Reino Unido ainda não define a pena

Da redação, com Jornal da Noite 14/05/2022 • 08:39 - Atualizado em 14/05/2022 • 12:45

A Justiça do Reino Unido decidiu, nessa semana, que chamar o colega de “careca” pode ser considerado assédio sexual. O caso chegou à Justiça depois que o funcionário de uma empresa moveu um processo trabalhista, afirmando que tinha sido vítima de assédio sexual. Ele reclamava de ser chamado, entre outras coisas, de "otário careca" pelo supervisor.

A ação foi julgada por três juízes - todos calvos, por sinal. Eles disseram que usar o termo "careca" é como falar sobre os seios de uma mulher, já que a calvície é muito comum em homens. Por isso, os juízes determinaram que comentar sobre a falta de cabelos em um homem é sim uma forma de assédio sexual. A pena ainda não foi estabelecida.