Notícias

Justiça aceita pedido do governo e derruba liminar que afastou diretores da Aneel e ONS

Da Redação com Jornal da Band 20/11/2020 • 19:46 - Atualizado em 20/11/2020 • 22:12
Capital Macapá no escuro devido à crise de energia no Estado do Amapá
Capital Macapá no escuro devido à crise de energia no Estado do Amapá
Rudja Santos/Amazônia Real

Justiça aceita pedido do governo e derruba liminar que afastou diretores da Aneel e ONS por conta do apagão no Amapá. Desembargador diz que juiz ultrapassou competências do cargo e que a medida poderia impactar nas providências para normalizar o fornecimento de energia no estado.

Planalto também luta na Justiça contra decisão que obriga o pagamento extra de dois meses do auxílio emergencial para moradores do Amapá afetados pelo apagão.

Governo quer isentar os amapaenses de pagarem pela energia por meio de uma MP. Se aprovada, a isenção vai ser distribuída nas contas dos consumidores de outros estados.

O presidente Jair Bolsonaro visita Macapá neste sábado, 18 dias depois do início da crise de abastecimento. 

  • amapá