Notícias

Justiça suspende provas do Enem no Amazonas

Da Redação, com BandNews 13/01/2021 • 23:51 - Atualizado em 14/01/2021 • 00:15
Suspensão deve durar até que acabe o estado de calamidade pública
Suspensão deve durar até que acabe o estado de calamidade pública
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Em decisão da 3ª Vara Cívil  do Amazonas na noite desta quarta-feira (13), o juiz Ricardo Augusto de Sales determinou a suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Amazonas, que vive surto de casos de Covid-19. As informações são da BandNews.

De acordo com o magistrado, a decisão sobre a suspensão deve durar até que acabe o estado de calamidade pública decretado pelo governo amazonense. Ele estabeleceu multa de R$ 100 mil por dia em caso de descumprimento.

Nesta quarta, Manaus bateu um novo recorde no número de internações - foram 2.221 novas hospitalizações só nos 12 primeiros dias de janeiro. O número é maior do que o total de internações registradas em todo o mês de abril, primeiro pico da pandemia no Amazonas, quando 2.218 pessoas foram hospitalizadas. Também nesta quarta foi confirmado o primeiro caso de reinfecção pelo coronavírus no Estado. As Forças Armadas já entregaram cilindros de oxigênio, que estão em falta em diversas localidades.

Mais cedo, a prefeitura de Manaus disse que não iria liberar as escolas municipais para a prova. 
 

  • enem
  • manaus
  • covid-19