Notícias

Laudo diz que Marcinho estava entre 86 e 110 km/h em acidente que matou casal

Da Redação, com BandNews FM 11/01/2021 • 22:24
Lateral abandonou o carro perto do local do atropelamento de casal
Lateral abandonou o carro perto do local do atropelamento de casal
Reprodução

Um laudo da Polícia Civil aponta que o carro que o jogador Marcinho dirigia, quando atropelou dois professores, no Recreio, na Zona Oeste do Rio, estava a uma velocidade alta: entre 86 e 110 km/h. As informações são da BandNews FM.

O laudo apontou ainda que não havia problemas nos pneus, nem nas partes mecânicas e elétricas do carro.

Em depoimento na última semana, o atleta afirmou à polícia que dirigia a 60 km por hora e que tentou "frear e desviar" das vítimas. Testemunhas disseram ter visto garrafas que foram retiradas do veículo, que foi abandonado após o acidente.

Alexandre Lima, de 44 anos, morreu na hora do atropelamento. A esposa dele, Maria Cristina Soares, de 56 anos, morreu na última terça-feira (5), após ficar internada por quase uma semana.  O caso aconteceu em 30 de dezembro.

O atleta, ex-Botafogo, vai responder por duplo homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

  • marcinho
  • acidente
  • atropelamento