Notícias

Menina de 1 ano é atacada por pitbull no RJ

Ela brincava no quintal de casa quando foi atacada pelo cachorro, que vive no andar de cima da casa de um parente; quadro de saúde é estável

Da redação, com BandNews FM RJ 22/01/2022 • 07:54 - Atualizado em 22/01/2022 • 08:07
Menina de 1 ano é atacada por pitbull no RJ
Menina de 1 ano é atacada por pitbull no RJ
Reprodução/Redes Sociais

É estável o quadro de saúde da menina de 1 ano e 10 meses que foi atacada por um cachorro da raça pitbull em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Ana Karen Oliveira Ximenes está internada no Hospital Municipal Alberto Torres e deve passar por uma cirurgia para a colocação de uma placa na mandíbula.

De acordo com familiares, a menina brincava no quintal de casa quando foi atacada pelo cachorro, que vive no andar de cima da casa de um parente de Ana Karen. Ela e a família moram no Ceará e estão no Rio à passeio.
 
A Polícia Civil disse que o tutor do pitbull se apresentou voluntariamente à Delegacia de Niterói, prestou depoimento e foi liberado. Ele foi autuado por omissão de cautela de animais. A investigação segue em andamento.

A mãe da vítima, Eudenis de Oliveira Sampaio, afirma que Ana Karen se recupera bem. 

O médico veterinário e adestrador de cães Henrique Perdigão explica que a não socialização e o territorialismo do cachorro podem ter motivado o ataque. Entretanto, ele afirma que as ações do animal são de responsabilidade do tutor.

No Rio de Janeiro, há uma lei, de 2005, que determina que cães das raças PitBull, Fila, Dobermann, Rotweiller ou aqueles com comportamento agressivo, só podem circular por locais públicos com a focinheira, coleira e acompanhados de um tutor maior de 18 anos.