Notícias

Ministério da Saúde cancelou compra de insumos para "kit intubação" em agosto de 2020, diz ofício

Da Redação, com BandNews TV 19/03/2021 • 23:59 - Atualizado em 20/03/2021 • 00:10

O Ministério da Saúde cancelou em agosto de 2020 a compra de medicamentos do “kit intubação”, segundo apontou ofício do Conselho Nacional de Saúde. 

Atualmente, com o agravamento da pandemia, as reservas desses medicamentos estão no fim, e o governo passou a requisitar os estoques dos laboratórios como forma de suprir a demanda. 

A recomendação foi emitida em 20 de agosto de 2020. No documento, o CNS mencionava risco de desabastecimento, como ocorre atualmente. 

A assessoria do governo ainda não se posicionou. 

Na noite desta sexta-feira (19), a Anvisa publicou uma resolução extraordinária de regras de caráter emergencial para a aquisição de anestésicos, sedativos, bloqueadores neuromusculares e outros medicamentos hospitalares usados para pacientes de unidades de terapia intensiva. A autorização permite a produção e a venda imediata aos hospitais e às clínicas de todo o Brasil, mesmo sem o registro sanitário.

Em nota, a Anvisa informou que a flexibilização das regras foi necessária para atender à demanda após o aumento no número de casos graves da covid-19.

  • uti
  • intubação
  • covid-19
  • pandemia