Notícias

Ministério da Saúde quer iniciar vacinação contra Covid-19 na próxima semana

Da Redação, com Jornal da Band 13/01/2021 • 19:44 - Atualizado em 13/01/2021 • 20:36

O Ministério da Saúde quer aplicar a primeira vacina contra Covid-19 no Brasil já próxima semana. Para isso, fretou um avião que partirá de Campinas (SP), do aeroporto de Viracopos, às 13h desta quinta-feira (14), com destino a Mumbai, na Índia, para transportar as 2 milhões de doses acordadas com o Instituto Serum. A volta está prevista para o próximo sábado (16).

Em Manaus, onde acompanha a situação crítica da pandemia no estado, o ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirmou que agora, “tudo depende da Anvisa”. Se os registros forem concedidos no próximo domingo (17) a vacinação, que inclui também a Coronavac, começa até o próximo dia 21.

Porém, a Anvisa pediu rapidez, principalmente ao Butantan, para apresentar a documentação necessária. 41% das análises já foram concluídas, 24 % seguem em estudo, 5% ainda não foram encaminhadas pelo instituto e quase 30 % precisam ser complementadas.

Já a vacina de Oxford/Astrazeneca, em parceria com a Fiocruz, está mais adiantada: 32% dos dados foram concluídos, 49% seguem em análise e 18% estão pendentes de complementação.

A diretoria da Anvisa irá se reunir no domingo para discutir o uso emergencial dos imunizantes. Se todas as informações chegarem até sábado, a intenção da Anvisa é liberar a aplicação das duas vacinas ainda até a próxima segunda-feira (18). A reunião vai ser transmitida pela internet.

Nesta quarta, um relatório da organização internacional de direitos humanos Human Rights Watch criticou a resposta do governo brasileiro à pandemia. a ONG considera que o presidente Jair Bolsonaro sabotou esforços contra a covid-19, mas foi contido pelas instituições. o Palácio do Planalto ainda não respondeu.

  • Jornal da Band