Notícias

Moraes dá 5 dias para a PF ouvir Weintraub após acusações sem provas

Ministro do STF ainda cobrou manifestação da PGR em até 10 dias

Da redação com BandNews TV 24/01/2022 • 19:07 - Atualizado em 24/01/2022 • 19:09
Abraham Weintraub disse que ministros do STF são parciais
Abraham Weintraub disse que ministros do STF são parciais
Divulgação

 O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou a Polícia Federal ouvir Abraham Weintraub em até cinco dias. Segunda a decisão, o ex-ministro da Educação deu uma entrevista em que foram veiculadas diversas informações falsas sobre a atuação da Corte e de condutas relacionadas a um dos membros.

Moraes também deu 48 horas para que o YouTube disponibilize a íntegra do material relacionado à entrevista. Determinou, ainda, que o processo seja encaminhado à Procuradoria-Geral da República (PGR) para que se manifeste em 10 dias e peça as medidas necessárias. 

A defesa de Abraham Weintraub ainda não se manifestou sobre as determinações. 

Inquérito das fake news

A investigação está associada ao inquérito das fake news, ocasião em que o ex-ministro sugeriu que um dos ministros do STF agia com parcialidade, sem apresentar provas nem especificar a quem se referia.

Em entrevista transmitida ao vivo, Weintraub disse que um ministro o negou um habeas corpus e demonstrou interesse, em conversa com um interlocutor, em comprar a casa do ex-chefe da Educação. Naquela ocasião, ele não morava no Brasil.

Todos os ministros do STF, com exceção de Moraes, já julgaram pedidos de Weintraub.