Notícias

Morre Peter Brook, um dos maiores diretores de teatro do mundo, aos 97 anos

Britânico, Brook viveu em Paris a maior parte do tempo, cidade onde fundou o Centro Internacional de Pesquisa Teatral

Da redação 03/07/2022 • 09:26
Diretor de teatro Peter Brook morreu aos 97 anos
Diretor de teatro Peter Brook morreu aos 97 anos
Divulgação/Documentário "Peter Brook: A corda bamba"

Morreu o diretor Peter Brook, aos 97 anos, considerado um dos maiores diretores de teatro contemporâneo do mundo. Também autor, ele vivia em Paris desde 1971, onde fundou o Centro Internacional de Pesquisa Teatral. O óbito foi confirmado no último sábado (02).

Brook estudou no Magdalen College, na Universidade de Oxford, e era um dos mais respeitados profissionais de teatro da atualidade. Ele começou a se interessar pelas artes cênicas ainda na universidade, influenciado pelo trabalho de dramaturgos como Bertolt Brecht e Antonin Artaud.

Brook nasceu no Reino Unido. O currículo dele é marcado pela reinvenção do teatro convencional em prol de formas depuradas. Na França, o diretor iniciou o período experimental marcado pela teoria do “espaço vazio”.

Também foi na França que Brook trabalhou em peças monumentais com foco no exotismo e atores de diferentes culturas.

A peça mais conhecida de Brook é “O Mahabharata”, uma epopeia sobre a mitologia hindu com nove horas de duração. Em 1989, o espetáculo foi adaptado para o cinema. 

Já na década de 1990, o diretor foi destaque no Reino Unido com o espetáculo “Lindos Dias”, obra escrita pelo renomado dramaturgo irlandês Samuel Beckett. Para os críticos, Brook foi o “melhor encenador” de Londres.

Em 2010, Brook deixou a direção do tradicional teatro parisiense Bouffes du Nord depois de 35 anos.