Notícias

Seis anos após incêndio, Museu da Língua Portuguesa reabre neste domingo

Reforma foi além e trouxe até um novo cantinho: um terraço que deixa a gente bem perto do relógio da estação da Luz, vizinha do museu

Maiara Bastianello, do Bora SP 30/07/2021 • 09:16 - Atualizado em 13/08/2021 • 13:44

Após 6 anos em reformas por causa de um incêndio, o Museu da Língua Portuguesa será reaberto ao público neste domingo em São Paulo. O museu poderá receber 40 pessoas por vez e os ingressos serão vendidos com dia e horário marcados. 

A diversão está de volta ao Museu da Língua Portuguesa, que reabre com muito a dizer. Seja nas cores, na poesia, no significado. A rua da língua em seus 106 metros de paredão continua exposta, mas com vídeo novo. Já na tradicional Linha do tempo, entraram objetos históricos, como a tigela de cerâmica tupinambá, do ano do descobrimento do Brasil. A essência ainda é a mesma. Mas muita coisa mudou:

“Além de oferecermos novas experiências, a parte do museu que foi mantida está atualizada com mais vídeos e novos especialistas falando sobre diferentes portos de vista”, explica Marília Bonas, diretora do ID Brasil.

A pandemia também ajudou a mudar um pouco as coisas. As telas interativas em que antes a gente tocava, agora ganharam a ajuda de um chaveirinho. Cada um com o seu, para evitar a covid-19. Mas a brincadeira com as palavras continua a mesma.

A reforma foi além e trouxe até um novo cantinho: um terraço que deixa a gente bem perto do relógio da estação da Luz, vizinha do museu. 

Uma união de esforços com investimentos públicos e privados. Parceiros como a EDP, empresa do setor elétrico, que patrocinou quase 25% do custo total da obra de mais de 85 milhões de reais.

No domingo, é hora de voltar a abraçar o público, com limitação de público, claro. Mas antes disso, o Brasil todo vai poder ter um gostinho dessa nova versão em uma transmissão ao vivo neste sábado, pelas redes sociais do museu.

Serviço

O Museu da Língua Portuguesa fica aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 18h. A entrada é gratuita aos sábados. Nos demais dias, os valores são de R$ 20 e R$ 10 para a meia entrada. As informações sobre a visitação e aquisição de ingressos podem ser vistas na página da instituição.

  • Bora SP