Notícias

Nova Zelândia endurece restrições em Auckland depois de detectar um caso de Covid-19

Da redação 27/02/2021 • 14:51
Jacinda Adern foi bem avaliada pelo combate ao coronavírus na Nova Zelândia
Jacinda Adern foi bem avaliada pelo combate ao coronavírus na Nova Zelândia
Reprodução/Twitter

O governo da Nova Zelândia endureceu a restrição na cidade de Auckland, que tem 1,6 milhão de habitantes. O país inteiro segue no nível de alerta 2, que permite trabalho presencial e abertura de escolas, mas a cidade mais populosa entrou para o nível 3 depois de um novo caso da Covid-19. O nível 3 pede que as pessoas trabalhem de casa e que as crianças também tenham aulas remotas, se possível.

A preocupação da primeira-ministra Jacinda Ardern é que os testes iniciais ainda não encontraram o foco de transmissão da pessoa infectada.

Desde o meio do ano passado, a Nova Zelândia estava livre de casos do coronavírus e tinha levantado todas medidas de distanciamento social, mantendo as fronteiras fechadas para estrangeiros.  

O país de 4,8 milhões de habitantes teve apenas 2.372 casos e 26 mortes durante toda a pandemia até agora.

A Nova Zelândia começou a imunizar funcionários alfandegários no dia 20 de fevereiro e vai oferecer vacina gratuitamente para toda a população. Até agora, apenas a vacina da Pfizer foi aprovada no país. 

  • Nova Zelândia
  • Auckland
  • Jacinda Ardern