Olhar de Repórter

Olhar de Repórter: Ricardo Nunes descarta aumento da passagem de ônibus em 2022

Na entrevista, Ricardo Nunes também detalhou o pacote de iniciativas sociais da prefeitura para ajudar a população carente

Da redação 02/07/2022 • 10:24

O prefeito Ricardo Nunes, de São Paulo, é o entrevistado do Olhar de Repórter deste sábado (02). O tema principal foi o preço da tarifa de ônibus da capital: haverá ou não aumento? Segundo o gestor, até o final do ano, não haverá reajuste da passagem.

Para manter os preços congelados, diz Nunes, a prefeitura deve gastar, até final de 2022, cerca de R$ 5,5 bilhões, segundo estimativa feita pela SPTrans. Na conversa com Marco Antonio Sabino, o prefeito explicou como funciona os subsídios pagos que mantêm a tarifa no valor atual.

Na entrevista, Nunes ainda detalhou o pacote de iniciativas sociais para ajudar a população em situação vulnerável. O projeto foi aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo nesta semana.

Dois projetos são considerados os mais importantes pelo gestor. O combate à fome com a implantação de cinco armazéns solidários em locais de maior vulnerabilidade para a venda de produtos a preço de custo. Têm ainda as moradias transitórias para as pessoas em situação de rua.

Nunes disse que a instalação das 350 moradias na Vila Reencontro começará em agosto, e que o projeto da prefeitura é entregar 7,5 mil destes modelos até 2024.

Varal solidário

A iniciativa é simples, mas muito eficaz para quem está nas ruas e sofre com o inverno paulistano. A médica veterinária Raísa Flôres criou um varal solidário, na porta da clínica dela, no bairro Brooklin.

O projeto funciona assim: roupas para doação podem ser penduradas nesse varal. Dessa forma, os necessitados podem pegá-las. Sem burocracia, tudo é resolvido, inclusive sem precisar falar com Raísa.

Além do varal, a veterinária reformou um pequeno banheiro para oferecer banho quente a quem não tem casa. Raísa também cuida dos animais dessas pessoas em situação de rua, de forma voluntária.

Educação pública com problemas

A partir do relatório da fiscalização realizada pelo Tribunal de Contas do Estado, feito em 485 escolas públicas (municipais e estaduais) no estado de São Paulo, o Olhar de Repórter visitou duas instituições que apresentam péssimas condições de higiene, preservação de alimentos e falta de manutenção e limpeza dos prédios.

A equipe ouviu relatos de alunos e dos gestores das escolas. Imagens captadas pelos autores do relatório atestam as condições precárias das instituições de ensino.

TCE aponta má gestão

Em entrevista ao Olhar de Repórter, o presidente do TCE, Dimas Ramalho, disse que o problema das escolas públicas de São Paulo tem a ver com má gestão, e não falta de verbas.

Para Ramalho, tanto o setor da educação como o da saúde apresentam sérias falhas no gerenciamento.

Banheiros públicos em São Paulo

O Tribunal de Contas do Município de São Paulo (TCM) voltou a apontar irregularidades no processo de concessão de 200 banheiros e 200 bebedouros públicos que serão espalhados pela capital.

Devido a isso, o certame foi suspenso. O TCM cobrou esclarecimentos. Por enquanto, os trâmites para a concessão equipamentos públicos em todas as sub-regiões de São Paulo segue com problemas. O Olhar de Repórter apurou os detalhes. Assista!