Notícias

Oposição protocola pedido para instalação da CPI do MEC no Senado

Comissão deverá investigar as denúncias de desvios de verba no Ministério da Educação após prisão do ex-ministro Milton Ribeiro

Da Redação 28/06/2022 • 13:07 - Atualizado em 28/06/2022 • 13:30
Pedido de abertura da CPI do MEC é protocolado no Senado
Pedido de abertura da CPI do MEC é protocolado no Senado
Divulgação

O requerimento para instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias de desvios no Ministério da Educação (MEC) foi protocolado nesta terça-feira (28) no Senado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Para a instalação da CPI é necessário que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), leia o documento no plenário.  

O pedido de CPI ganhou força após a prisão do ex-ministro Milton na última quarta-feira (22) pela Polícia Federal (PF) por suposto envolvimento em repasses irregulares no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).  

No pedido feito ao TRF-1, a defesa de Ribeiro argumentou que o cliente sempre colaborou com as investigações e que os advogados não tiveram acesso ao teor da decisão que decretou a prisão.  

No entanto, a Justiça decretou a soltura do ex-ministro da Educação Milton na tarde de quinta-feira (23). A decisão foi assinada pelo desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). A decisão é liminar e vale até o julgamento do caso pela Terceira Turma do TRF-1.

Veja os senadores que assinaram o pedido de CPI do MEC:

  • 1. Randolfe Rodrigues
  • 2. Paulo Paim
  • 3. Humberto Costa
  • 4. Fabiano Contarato
  • 5. Jorge Kajuru
  • 6. Zenaide Maia
  • 7. Paulo Rocha
  • 8. Omar Aziz
  • 9. Rogério Carvalho
  • 10. Reguffe
  • 11. Leila Barros
  • 12. Jean Paul Prates
  • 13. Jaques Wagner
  • 14. Eliziane Gama
  • 15. Mara Gabrilli
  • 16. Nilda Gondim
  • 17. Veneziano Vital do Rego
  • 18. José Serra
  • 19. Eduardo Braga
  • 20. Tasso Jereissati
  • 21. Cid Gomes
  • 22. Alessandro Vieira
  • 23. Dario Berger
  • 24. Simone Tebet
  • 25. Soraya Thronicke
  • 26. Rafael Tenório
  • 27. Izalci Lucas
  • 28. Giordano
  • 29. Marcelo Castro
  • 30. Confúcio Moura
    31. Jarbas Vasconcelos
  •  
  • “Tanto na área da saúde como, agora, na área da educação, este governo construiu canais paralelos, gabinetes paralelos. Isso ficou claro na primeira CPI. Agora, mais uma vez, os indícios são os mesmos”, disse o senador Jean Paul Prates, líder da minoria no Senado.