Notícias

Pai conhece filha recém-nascida após 72 dias internado com Covid-19 no Rio

Mãe também estava no hospital com a doença quando deu à luz à pequena Giovana, em maio

Agatha Meirelles e Gabriela Morgado, BandNews FM Rio 22/06/2021 • 14:13 - Atualizado em 22/06/2021 • 14:38

Foram 72 dias de aflição para a família do casal de recepcionistas Wallace dos Santos, de 34 anos, e Rafaela Caetano, de 30. Ele foi intubado com Covid-19 em abril. Ela estava grávida e foi diagnosticada com a doença em maio.

Rafaela deu à luz a pequena Giovana no dia 23 de maio, no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, na zona norte do Rio. Ela estava internada na enfermaria reservada para a Covid.

Mas Wallace, também internado na mesma unidade, estava no centro de terapia intensiva (CTI) e só conheceu a filha após receber alta na última segunda-feira (21), 29 dias após o nascimento dela.

Wallace diz que os médicos chegaram a perder a esperança de que ele continuasse vivo, devido à gravidade da doença. Mas, após uma melhora gradativa, foi transferido para a enfermaria, cerca de uma semana depois do nascimento de Giovana.

Lá, fez fisioterapia para recuperar os movimentos dos braços e das pernas, que ele perdeu temporariamente, por causa da doença.

Rafaela acreditava que o marido já estaria bem no dia do nascimento da filha. Ela diz que o apoio dos profissionais do hospital ajudou a diminuir a distância.

O momento em que Wallace recebe alta foi registrado em vídeo (assista acima). Ele passa por um dos corredores do hospital e, com a ajuda dos funcionários, pega Giovana no colo pela primeira vez, ao som de aplausos de profissionais da saúde e pacientes.

“Colaram um monte de foto [da filha] na parede. E essas fotos sempre me confortaram e eu não via a hora de ver ela (sic). Não aguentei, já estava chorando lá em cima, porque fizeram uma festa para mim. Quando vi minha filha, a esposa com ela no colo, não aguentei. Foi muito gratificante. Hoje, estou aqui com ela”, disse o pai após conhecer Giovana.

Uma emoção de quem teve duas vitórias no mesmo dia: vencer a Covid e, finalmente, voltar para casa ao lado da família.

  • covid-19
  • cti
  • rio de janeiro