Notícias

Piloto e copiloto do avião de Marília Mendonça são enterrados no DF

Geraldo Martins e Tarciso Pessoa eram os comandantes da aeronave em que estava a cantora, que caiu em Piedade de Caratinga (MG)

Alice Ribeiro e Alex Gusmão, com Bandnews FM e Redação 07/11/2021 • 13:13 - Atualizado em 07/11/2021 • 15:44

O piloto Geraldo Martins de Medeiros Junior foi enterrado no Cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul, em Brasília, neste domingo (7).

Familiares e amigos se emocionaram com a despedida nesta manhã.

A família de Geraldo decidiu fazer o enterro em Brasília. A ideia inicial era cremar e jogar as cinzas na cidade de Floriano, no sul do Piauí, onde ele nasceu, mas houve uma mudança nos planos. 

Todas as cinco pessoas a bordo morreram na tarde da última sexta-feira.

Geraldo, de 56 anos, deixou mulher e três filhos. Ele não iria voar com a equipe de Marília Mendonça, mas acabou escalado pela empresa de última hora. Antes de começar a trabalhar como piloto de aviões fretados, ele chegou a ser funcionário da TAM por mais de 15 anos.

O copiloto Tarciso Pessoa Viana, de 37 anos, também vivia no Distrito Federal e foi enterrado também neste domingo, no Cemitério de Taguatinga. Ele vivia na cidade-satélite de Samambaia e deixa mulher, que está grávida de sete meses, e dois filhos.

Os dois eram os comandantes do avião em que estava a cantora Marília Mendonça, que também morreu após cair em um curso d'água em Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais, na última sexta-feira (5). 

Piloto Geraldo Martins de Medeiros Junior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana

No último sábado, Goiânia recebeu o velório e o cortejo até o sepultamento do corpo da cantora Marília Mendonça. Na cerimônia, também foi velado o tio e assessor da cantora, Abiceli Silveira Dias Filho.

Já o corpo do produtor de Marilia Mendonça, Henrique Ribeiro, conhecido no meio musical como Henrique Bahia, foi enterrado no fim da tarde do sábado (6) em Salvador (BA). O velório e o sepultamento foram restritos à família e amigos próximos.

Vídeo: pilotos da região já relataram falta de sinalização em fios de alta tensão

Entenda o acidente


A cantora sertaneja Marília Mendonça morreu na última sexta-feira (5) aos 26 anos. A artista foi resgatada sem vida após um acidente de avião em Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais. A aeronave, que levava a artista e mais quatro passageiros, caiu por volta das 15h20 em um curso d'água. O avião decolou de Goiânia (GO) com destino a Caratinga (MG), onde Marilia teria uma apresentação na noite da última sexta.

A aeronave é um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, e tinha capacidade para seis passageiros. Segundo o sistema da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a situação de aeronavegabilidade do avião estava normal e a operação era permitida para taxi aéreo. Existe a suspeita que a aeronave tenha se chocado com um cabo de transmissão de energia da Cemig

Relembre a carreira de Marilia Mendonça

Marilia Dias Mendonça nasceu no dia 22 de julho de 1995 em Cristianópolis, em Goiás. A artista começou a carreira musical ainda na infância, aos 12 anos de idade, como compositora — ela assina letras de sertanejos como Wesley Safadão, Jorge & Mateus e Matheus & Kauan.

Em 2016, lançou seu primeiro álbum, "Marilia Mendonça: Ao Vivo", gravado em São Paulo (SP). O disco conta com músicas como "Infiel" e "Alô Porteiro", que consagraram Marilia como "rainha da sofrência".  "Supera", "Todo Mundo Vai Sofrer", "Graveto" e "De Quem É A Culpa?" são alguns dos hits da cantora.

A cantora ganhou o Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja em 2019 com o disco "Todos os Cantos", projeto musical marcado por apresentações da artista em todas as capitais do país e que foi registrado em documentário pela plataforma de streaming Globoplay.

Vida pessoal

Marilia Mendonça deu à luz a Leo, seu único filho, no dia 16 de dezembro de 2019. O menino é fruto da relação com o cantor sertanejo Murilo Huff. Eles começaram a namorar em 2017; o relacionamento, marcado por "idas e vindas", chegou ao fim em setembro deste ano.