Notícias

Por que a polícia ainda não prendeu Lázaro Barbosa em duas semanas de buscas?

Serial killer com uma extensa ficha criminal está escondido nas matas e foge priorizando riachos, para evitar que cães farejadores o localizem

Erick Mota e Felipe Garraffa, em Goiás 22/06/2021 • 11:12 - Atualizado em 22/06/2021 • 15:54

As buscas por Lázaro Barbosa avançam para o 14º dia, e a polícia tem enfrentado dificuldades para encontrá-lo. Já são duas semanas de caçada ao homem que matou uma família inteira e tem uma extensa ficha criminal

Ele é um homem que vive há mais de dez anos nessa região. Acostumado a se locomover pelo mato, ele prioriza os riachos para que os cães farejadores não possam localizá-lo.

Lázaro se esconde em grutas e se cobre com folhas de bananeiras para não ser visualizado pelos policiais equipados com óculos que captam calor. O criminoso sempre espera o fim do dia para buscar alimento e abrigo, o que dificulta mais ainda o trabalho da polícia.

A Defensoria Pública do Distrito Federal, que assumiu a defesa de Lázaro, pediu que o assassino vá para uma cela separada quando for capturado. A Defensoria diz que o pedido feito à vara de execuções penais é comum em casos desta natureza. E ressaltou a necessidade de proteção física e mental ao assassino.

Vídeo:  Tia de Lázaro diz que ele não agiu sozinho


Antes, a polícia precisa descobrir onde está o assassino. Os policiais que contam com a ajuda de cães farejadores, drones, helicópteros e moradores. Diante da demora da polícia para encontrar o criminoso, muitos moradores estão com medo e já começaram a abandonar as casas.

Lázaro é procurado desde o último dia 9 de junho. Ele matou quatro pessoas da mesma família no Distrito Federal, roubou uma chácara e fez reféns. Durante a fuga pelo interior de Goiás, já invadiu fazendas, colocou fogo em uma casa e trocou tiros com a polícia. 

No dia seguinte, roubou um carro, mas abandonou o veículo e fugiu para a mata ao avistar uma barreira policial. Desde então, foi gravado por câmeras de chácaras e trocou tiros com um caseiro.

As autoridades acreditam que o bandido esteja cometendo crimes na região há pelo menos três meses.

Vídeo: Polícia recebe trotes em disque-denúncia criado para capturar serial killer


 

  • Serial killer