Notícias

Postos drive-thru da cidade de São Paulo só terão vacinação de 1ª dose a partir de hoje

Pode receber a primeira dose desde ontem quem tem 65 e 66 anos; amanhã, começa a campanha para quem tem 64 anos

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 22/04/2021 • 08:53 - Atualizado em 22/04/2021 • 08:53
Postos drive-thru da cidade de São Paulo só terá vacinação de 1ª dose a partir de hoje
Postos drive-thru da cidade de São Paulo só terá vacinação de 1ª dose a partir de hoje
Divulgação/Prefeitura de São Paulo

A partir desta quinta-feira (22), os postos drive-thru de vacinação contra a Covid-19 na cidade de São Paulo vão funcionar apenas para quem precisa da primeira aplicação do imunizante. As informações são do Guilherme Oliveira, da Rádio Bandeirantes

Essa mudança serve para um maior controle do fluxo de pessoas, já que chegam de veículos nestes locais.

Os outros pontos de imunização também vão aplicar a primeira dose, destaca o secretário Municipal da Saúde, Edson Aparecido. 

“Nós estamos priorizando a vacinação de primeira dose nos drive-thrus e também nas UBSs, aos postos volantes e também as farmácias conveniadas com a prefeitura, em função de que a quantidade de pessoas agora que tem para serem vacinadas nessas novas faixas etárias são muito grandes”, disse. 

Pode receber a primeira dose desde ontem quem tem 65 e 66 anos; amanhã, começa a campanha para quem tem 64 anos.

Por enquanto, apenas a vacina de Oxorfod/AstraZena será disponibilizada para estes grupos, até chegar novos lotes da Coronavac. 

Quem precisa da CoronaVac para a segunda aplicação, vai poder se vacinar, só comparecer a qualquer Unidade Básica de Saúde mais próxima de casa.

O governo de São Paulo volta a fazer um apelo também, justamente para que as pessoas não deixem de receber a segunda aplicação da vacina contra a Covid-19. 

Para se vacinar na capital paulista é preciso ter em mãos um documento oficial com foto, CPF ou cartão do SUS, se tiver. Qualquer dúvida basta acessar o site.  

Situação no estado de SP

Cerca de 190 mil pessoas ainda não complementaram a imunização no estado de São Paulo. O secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, destaca a importância da conclusão do processo.

“Mesmo que passarem desse período de 21 a 28 dias podem e devem tomar essa proteção não estará perdida. Nós quando recebemos a segunda dose da vacina a gente faz um reforço, ou seja, a gente aumenta mais a taxa de anticorpos. Tomando as duas doses a pessoa estará devidamente protegida”, disse.

  • postos
  • drive-thru
  • São Paulo
  • doses
  • vacina
  • Covid-19