Notícias

Prefeitura de SP desativa barreiras sanitárias em aeroporto e rodoviárias

Justificativa da Secretaria de Saúde foi a estabilização dos casos de covid-19 na capital

da Redação com BandNews TV 17/10/2021 • 08:36 - Atualizado em 17/10/2021 • 11:19
Barreiras sanitárias haviam sido implantadas em 27 de maio
Barreiras sanitárias haviam sido implantadas em 27 de maio
Reprodução

A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo desativou as barreiras sanitárias no aeroporto de Congonhas e nos terminais rodoviários Tietê, Barra Funda e Jabaquara. A justificativa da pasta foi a estabilidade nos casos de covid-19 na capital.  

A medida havia sido implantada no dia 27 de maio para identificar suspeitas e evitar a disseminação das variantes do coronavírus.  

Segundo a secretaria, as equipes abordaram, durante todo o período, 801.106 pessoas nos quatro pontos de monitoramento.  

No aeroporto foram registrados 157 casos sintomáticos da doença em uma amostra de 555.700 passageiros abordados e 7.816 voos checados (cerca de 70 por dia). Nos terminais rodoviários foram inspecionados 18.020 ônibus e abordadas 213.096 pessoas, 53 delas sintomáticas.

Os casos identificados receberam orientação de isolamento e foram encaminhados a unidades de saúde, de acordo com as diretrizes do Programa Municipal de Imunizações (PMI).