Notícias

Prefeitura do Rio de Janeiro flexibiliza obrigação do uso de máscara e distanciamento social em eventos-teste

A medida, que foi anunciada pelo secretário municipal de Saúde Daniel Soranz, também vale em estádios de futebol

Ryan Lobo, da BandNews FM e Francini Augusto, no BandNews TV 23/09/2021 • 11:17

O uso de máscara de proteção facial e o distanciamento social em eventos-teste realizados no Rio não vai ser mais obrigatório. A medida, que foi anunciada pelo secretário municipal de Saúde Daniel Soranz, também vale em estádios de futebol.

Segundo Soranz, o uso da máscara ainda é recomendado, mas deixa de ser obrigatório a partir do momento em que todas as pessoas presentes no evento estão vacinadas e apresentam o teste negativo para a Covid-19.

Em outubro, três eventos-teste vão ser realizados. Um deles no Copacabana Palace, com capacidade de 300 pessoas. Os outros dois, no centro do Rio e no Alto da Boa Vista, na zona norte, podem contar com a presença de até 5 mil pessoas. Nesses eventos, não será necessário o uso de máscara, e os frequentadores vão ser acompanhados pela Prefeitura por 14 dias.

Já para a população em geral, a utilização do equipamento continua sendo obrigatória na capital fluminense.

Houve flexibilização também no horário de funcionamento de bares e restaurantes do Polo Gastronômico do Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Os estabelecimentos passam a funcionar entre 7h e 2h da manhã do dia seguinte, de domingos a quintas-feiras, e entre 7h e 3h do dia seguinte, às sextas-feiras, sábados e vésperas de feriados. A mudança foi publicada no Diário Oficial nesta quinta-feira (23). Nestes locais, o uso de máscara e distanciamento continuam sendo obrigatórios.

Durante a agenda desta quinta-feira (23), no Planetário da Gávea, na zona sul, o secretário de Saúde Daniel Soranz também falou sobre a aplicação da dose de reforço em todos idosos com mais 60 anos que tomaram a segunda aplicação até 28 de fevereiro.

Segundo o secretário, a medida é uma forma de proteger os idosos que tomaram a segunda dose há mais tempo.

Sobre o protocolo apresentado pelo Botafogo, para retomar a presença de público nas partidas do alvinegro. Soranz disse que as medidas preventivas apresentadas pelo clube são eficientes. Quando questionado sobre os jogos do Flamengo, Soranz afirmou que aproximadamente 180 pessoas foram impedidas de entrarem no Maracanã nas duas partidas do Flamengo, após testarem positivo para a Covid-19.