Notícias

Previsão do tempo: Frio em SP vai apertar e pode bater recorde de 15 anos

Na capital paulista, a previsão é de mínimas abaixo dos 9ºC, o que não acontece em um mês de maio desde 2007

André Vieira, do Metro Jornal 14/05/2022 • 14:34 - Atualizado em 14/05/2022 • 19:27
Massa de ar polar promete varrer parte do país na semana que vem e derrubar  temperaturas
Massa de ar polar promete varrer parte do país na semana que vem e derrubar temperaturas
Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ventinho mais gelado dos últimos dias foi só um cartão de visita para a onda de frio que poderá sacudir todo o país e o estado de São Paulo a partir da semana que vem. Na capital paulista, as mínimas ficarão abaixo dos 10ºC e poderão bater recorde negativo para o mês de maio dos últimos 15 anos. 

Segundo os serviços de meteorologia, tudo isso é culpa de uma intensa massa de ar polar que está se aproximando e vai chegar ao país a partir de hoje, já derrubando as temperaturas na região Sul. Para ajudar, um ciclone extratropical vai estacionar no oceano e empurrar ainda mais frio para o continente. 

Em São Paulo, os casacos, cachecóis, luvas e gorros deverão sair dos armários a partir deste domingo, mas serão mesmo necessários na semana que vem, quando o frio ficará mais intenso, com mínimas abaixo dos 10ºC. 

“Na capital paulista, a menor temperatura deve ser registrada entre quinta e sexta-feira. A tendência, até o momento, é de mínimas em torno 7ºC a 9°C. Na capital, a temperatura não fica abaixo de 9°C em um mês de maio desde 2007”, informou a Climatempo. 

No interior do estado, as temperaturas poderão cair aos 5ºC, com possibilidade de rajadas de vento e geadas – entre moderadas e fracas. O litoral também sentirá a onda de frio, mas com mínimas mais elevadas, que vão variar entre 10ºC e 13ºC

Termômetro abaixo de zero no Sul

 As populações das serras gaúchas e catarinenses e do planalto sul do Paraná serão as mais impactadas pela frente fria. Nestas regiões, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), “as temperaturas poderão ser negativas” na semana que vem, com o registro de fortes geadas. 

A onda de frio também vai atacar os estados do Centro-Oeste e chegar até o Norte, em Rondônia e no Acre