Primeiro Jornal

Acusado de terrorismo na Ucrânia é preso com drogas e munições no interior de SP

Rafael Lusvarghi foi detido durante ronda policial em Presidente Prudente

Da Redação, com Primeiro Jornal 10/05/2021 • 05:14 - Atualizado em 10/05/2021 • 07:14

A Polícia Militar prendeu, no último sábado (8), em Presidente Prudente (SP), Rafael Lusvarghi, acusado de terrorismo na Ucrânia. Conhecido também por prisões em protestos no Brasil, o ex-professor de inglês de 36 anos estava com drogas e munições.

Ele foi detido após ser averiguado pelos policiais, que notaram atitude suspeita quando o homem se assustou ao ver os agentes na rua.

Na casa do “guerrilheiro brasileiro”, os policiais apreenderam 25 kg de maconha, cocaína, 350 munições de arma 9mm, dinheiro, passaportes, balança de precisão e uma moto. Ele foi detido após abordagem de rotina da polícia na cidade do interior paulista.

Lusvarghi participou dos protestos violentos no Brasil contra a Copa do Mundo de 2014 e lutou com as forças separatistas da Ucrânia em 2018, onde acabou preso e saiu em liberdade condicional, retornando ao Brasil.