Primeiro Jornal

Caso Amanda Albach: Justiça solta dois suspeitos do crime

Não ficou comprovado o envolvimento das duas pessoas no assassinato

Estele San Juan 07/12/2021 • 07:40 - Atualizado em 07/12/2021 • 08:23

Dois dos três suspeitos de envolvimento na morte de Amanda Albach, de 21 anos, foram soltos no fim de semana, após decisão judicial. Não ficou comprovado o envolvimento das duas pessoas no assassinato. As investigações continuam, mas a Polícia Civil tem 30 dias para concluir o inquérito. 

Amanda estava desaparecida há 18 dias quando seu corpo foi encontrado na última sexta-feira (03) enterrado em uma praia no sul catarinense. O corpo estava enterrado na Praia do Sol, em Imbituba (SC). A localização da jovem foi descoberta após a prisão dos suspeitos, detidos em Canoas (RS).

A jovem, que foi obrigada a cavar a própria cova, teria sido assassinada porque contou a terceiros sobre o envolvimento dos suspeitos com o tráfico de drogas e tirou uma foto da arma dele. 

Amanda morreu na noite em que fez o último contato com a família, dizendo que voltaria para casa no dia seguinte, com um transporte de aplicativo. Ela tinha uma filha de 2 anos.