Primeiro Jornal

Jogador Diego Tardelli diz ter sido ameaçado após jogo da Copa do Brasil

Atacante do Santos falou ter sofrido uma emboscada quando voltava com seu carro para o hotel

Igor Calian, no 1º Jornal e Maurício Ferreira, da BandNews FM 15/09/2021 • 06:27 - Atualizado em 15/09/2021 • 12:19

O atacante Diego Tardelli, que fez sua estreia pelo Santos em jogo contra o Athletico Paranaense, disse ter sofrido uma emboscada dos torcedores após a partida válida pela Copa do Brasil na noite desta última terça-feira (14).

O jogador, de 36 anos, disse em um vídeo publicado nas redes sociais que teve o carro cercado no caminho até o hotel onde está morando na cidade de Santos (SP). 

“Estava chegando próximo ao meu hotel acredito que uns três ou quatro já estavam me seguindo até eu parar no sinal quando dois ou três carros me fecharam, não tinha para onde correr. Começaram a quebrar meu carro e pelo que eu vi rápido tinham em torno de 10 pessoas, 10 torcedores, 10 vândalos. A torcida tem todo direito de cobrar. Uma cena de terror que acabei de passar e nunca passei na minha vida. Jamais imaginaria que fosse passar por isso”, disse.   

O jogador lamentou o ocorrido e afirmou que, por sorte, encontrou um policial que o escoltou até o hotel. "A fase do time realmente não é das melhores, mas isso não justifica. Infelizmente. Passar pelo que eu passei, durante 15 anos de carreira, é muito triste passar por isso. Se quiser ir no CT, qualquer lugar cobrar, xingar, Mas agredir, quebrar carro, tacar o terror isso não cabe mais no futebol."

O elenco santista já havia sido cobrado por torcedores na porta dos vestiários da Vila Belmiro após a derrota por 1 a 0 para o Athletico Paranaense. Além da eliminação, o Santos não vence há oito jogos.

  • Diego Tardelli
  • emboscada
  • ameaça
  • torcedores
  • futebol