Primeiro Jornal

Três falsos policiais são presos após roubo em São Paulo

De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), eles se passavam por policiais civis para invadir residências

Matheus Pastori e Marcela Terra, no 1º Jornal 16/07/2021 • 08:06 - Atualizado em 16/07/2021 • 09:39

Três homens foram presos acusados de se passarem por policiais e realizarem assaltos a casas na zona norte de São Paulo. As detenções aconteceram na tarde desta quinta-feira (15), no bairro do Limão. 

De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), eles se passavam por policiais civis para invadir residências. 

Na última quarta-feira (14), eles participaram do roubo à casa de um empresário na Vila Romana, na zona oeste, onde levaram armas, munições, joias e até a coleção de carrinhos miniaturas.

A equipe do DEIC apurava ações envolvendo o uso de camisetas e distintivos para realização de crimes. As informações sobre o ataque na Vila Romano permitiram detectar os possíveis autores. 

O cerco foi fechado quando os três homens iriam entrar em um carro. Houve resistência durante a abordagem, mas os policiais detiveram Cleverson Brandão, Otávio Henrique Oliveira Silva e Paulo Sérgio de Souza Júnior.

Todos carregavam nos bolsos falsos distintivos de Investigador. Também máscara de proteção com o símbolo da Polícia Civil. Já dentro do veículo foram localizados uma pistola e um revólver, ambos com a numeração suprimida. A equipe do DEIC localizou, na casa de um dos presos, sete relógios, dinheiro e uma falsa viatura. 

Os criminosos acabaram autuados por posse de arma, associação criminosa e usurpação de função pública. Foi pedida a prisão preventiva relacionada ao roubo à casa do empresário. O caso foi registrado pela 2ª Delegacia de Patrimônio do DEIC.

  • Segurança Pública