Primeiro Jornal

Vacinação em crianças de 5 a 11 anos começa em 10 capitais

De acordo com o Ministério da Saúde, a imunização infantil, entre 5 e 11 anos, ocorre em ordem decrescente de idade, das mais velhas para as mais novas

Igor CalianFelipe BambacePriscila Xavier 17/01/2022 • 07:03 - Atualizado em 17/01/2022 • 07:31

Começa nesta segunda-feira (17) a vacinação de crianças contra Covid-19 em ao menos dez capitais do Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, a imunização infantil, entre 5 e 11 anos, ocorre em ordem decrescente de idade, das mais velhas para as mais novas. 

Não é preciso autorização por escrito, desde que o pai, a mãe ou o responsável acompanhe a aplicação da dose.

As capitais que iniciam hoje a imunização são Belém, Curitiba, Goiânia, Macapá, Maceió, Manaus, Porto Velho, Rio Branco, Rio de Janeiro e São Paulo. 

Arte/TV Bandeirantes

As vacinas podem ser aplicadas em crianças de 5 a 11 anos, com um intervalo de oito semanas entre as duas doses. A recomendação é que os estados deem prioridade neste momento para as que tenham comorbidades ou baixa imunidade, e depois sigam o calendário por idade. 

O país recebeu neste domingo (16) o segundo lote de vacinas da Pfizer contra Covid-19 para crianças. A nova remessa tem 1.248.000 de doses do imunizante pediátrico. 

No sábado (15), pelo menos 15 estados começaram a aplicar a vacina nesta faixa etária. A previsão é de que o Brasil receba 20 milhões de doses até março, o que seria suficiente para vacinar toda a população de crianças apenas com a primeira dose.

O calendário, no entanto, pode ser acelerado caso a Anvisa aprove a aplicação da CoronaVac em crianças a partir dos 3 anos. A expectativa é que a agência tome a decisão na próxima semana. O Instituto Butantan já tem em estoque 15 milhões de doses prontas para serem usadas.