Notícias

Quem são as mulheres mais ricas do Brasil em 2021? Veja o ranking

Viúva de Safra lidera a lista; Luiza Trajano, uma das 100 pessoas influentes segundo a revista Time, é a 2ª colocada

Da redação 09/11/2021 • 18:54 - Atualizado em 17/11/2021 • 14:16
Vicky Safra tem uma fortuna de R$ 37 bilhões
Vicky Safra tem uma fortuna de R$ 37 bilhões
Zanone Fraissat/Folhapress

A presença feminina na lista de brasileiros bilionários da Revista Forbes cresceu 36% em 2021. No ano passado, 44 nomes de mulheres figuravam no ranking. Este ano, são 60.

Vicky Sarfati Safra, viúva de Joseph Safra encabeça a lista, que tem ainda nomes bem conhecidos, como Luiza Trajano, dona da Magazine Luiza.

A lista da Revista Forbes se baseia principalmente na participação de cada uma em empresas listadas em bolsas de valores. A data de corte para apuração dos dados deste ano foi 30 de junho.

Confira o ranking:

1. Vicky Safra

Idade: 68
Patrimônio: R$ 37 bilhões
Origem da fortuna: Banco Safra

Vicky Safra é viúva de Joseph Safra, que morreu em dezembro de 2020 e já foi considerado o banqueiro mais rico do mundo. Com a morte do marido, ela herdou cerca de metade da fortuna do empresário.

Nascida na Grécia, Vicky chegou ao Brasil com a família ainda muito nova. Em 1969, ela casou com Safra, com quem teve quatro filhos. Juntos, eles controlam o Banco Safra, no Brasil, do Safra National Bank, nos EUA, e do J. Safra Sarasin, na Suíça, onde Vicky mora atualmente.

Além do topo do ranking entre as mulheres, Vicky Safra figura na sétima posição da lista geral dos bilionários brasileiros. Seus filhos aparecem na nona posição.

Bastante discreta, ela também é filantropa e está à frente da Fundação Vicky e Joseph Safra, que desenvolve trabalhos nas áreas de educação, artes e no auxílio de hospitais.

2. Luiza Helena Trajano 

Idade: 70
Patrimônio: R$ 23,5 bilhões
Fonte da fortuna: Magazine Luiza

Eleita uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time, Luiza Trajano é a responsável por transformar um pequeno negócio familiar em um case de sucesso. A primeira loja da rede era de seus tios, em Franca, no interior de SP. Luiza começou no negócio trabalhando durante as férias escolares para poder comprar presentes para os familiares. Aos 17 anos, foi contratada de forma permanente e trabalhou em diversos cargos até chegar à presidência em 1991, cargo que ocupou até 2015.

Sob o seu comando, a rede expandiu para outros estados e usou o meio digital a seu favor para criar um verdadeiro império do varejo. Hoje, a Magazine Luiza tem mais de 700 lojas espalhadas pelo Brasil.

3. Dulce Pugliese Godoy Bueno

Idade: 74
Patrimônio: R$ 14,2 bilhões
Fonte da fortuna: Amil 

Dulce Pugliese Godoy Bueno fundou a rede de planos de saúde Amil em 1972 com o então marido, Edson de Godoy Bueno, que morreu em 2017. Ela deixou a administração da empresa quando eles se separaram, mas continuou como acionista. 

A Amil era a maior empresa de planos de saúde na época do seu IPO, em 2007. Em 2012, a norte-americana UnitedHealth comprou 90% do negócio. Dulce tem ainda 48% de participação no grupo de diagnósticos clínicos Dasa.

4. Flávia Bittar Garcia Faleiros

Idade: 40
Patrimônio: R$ 11,18 bilhões
Fonte da fortuna: Magazine Luiza

Flávia é neta de Luiza Trajano Donato e Pelegrino José Donato, fundadores da Magazine Luiza e tios de Luiza Helena Trajano Inácio Rodrigues, que ocupa o segundo lugar desta lista. A participação de Flávia na empresa se dá através da holding Walter Garcia Participações. Ela é uma das novas bilionárias na lista da Revista Forbes deste ano.

5. Maria Helena Moraes Scripilliti

Idade: 91
Patrimônio: R$ 10,50 bilhões
Fonte da fortuna: Votorantim 

O pai de Maria Helena, José Ermírio de Moraes (1900-1973), foi o fundador da Votorantim. A empresa teve início em 1918, quando o avô de José Ermírio, Antonio Pereira Ignacio, comprou uma fábrica têxtil no interior de São Paulo.

Atualmente, a Votorantim tem uma atuação bem diversificada, em setores como o de cimento, de alumínio, de celulose e energia, e está presente em mais de 20 países. A família ainda controla 100% do negócio.

6. Lucia Borges Maggi

Idade: 90
Patrimônio: R$ 10,40 bilhões
Fonte da fortuna: Sementes Maggi

Lucia Maggi é uma das controladoras da gigante agrícola Amaggi, empresa fundada pelo seu falecido marido, André Maggi, na década de 1980. 

Com sede em Cuiabá, a companhia é conhecida principalmente pela produção agrícola de soja, milho e algodão, mas também atua nos setores de logística e energia. Lucia é mãe do ex-governador do Mato Grosso Blairo Maggi.

7. Marli Maggi Pissollo 

Idade: 67
Patrimônio: R$ 10,40 bilhões
Fonte da fortuna: Sementes Maggi

Marli é filha de Lucia Borges Maggi e André Antônio Maggi, que morreu em 2001. Ela também é uma das controladoras da gigante agrícola Amaggi.

8. Ana Lúcia de Mattos Baretto Villela

Idade: 48
Patrimônio: R$ 8,50 bilhões
Fonte da fortuna: Banco Itaú 

Ana Lúcia é uma das maiores acionistas individuais do grupo Itaú Unibanco e a bilionária brasileira mais nova na lista da Forbes. Ela se tornou acionista do banco aos 8 anos, após a morte dos pais em um acidente de avião em 1982.

Juntos com o irmão, Alfredo Egydio Arruda Villela Filho, detêm cerca de 14% da Itaúsa, holding que controla o Itaú. O banco, fundado pelo seu bisavô, é considerado o maior banco privado da América Latina. No entanto, o trabalho dela é mais focado no Instituto Alana, organização sem fins lucrativos que fundou com o irmão em 1994.

9. Gisele Trajano

Idade: 65
Patrimônio: R$ 7,20 bilhões
Fonte da fortuna: Magazine Luiza 

Filha de Onofre de Paula Trajano, Gisele herdou do pai, junto com os irmãos, a sua parte acionária na Magazine Luiza, empresa criada pela tia, Luiza Trajano Donato, em 1957.

10. Camilla Godoy Bueno Grossi

Idade: 42
Patrimônio: R$ 7 bilhões
Fonte da fortuna: Amil/Dasa 

Camilla Godoy Bueno Grossi herdou boa parte das ações da empresa de diagnósticos clínicos Dasa após a morte de seu pai, Edson de Godoy Bueno, em 2017. Camilla detém também uma parte das ações da Amil.