Notícias

STF aceita denúncia e irmãos Brazão e delegado viram réus no caso Marielle

Decisão por unanimidade os tornam réus por mandar matar a então vereadora do Rio de Janeiro em 2018

Da redação

STF aceita denúncia e irmãos Brazão e delegado viram réus no caso Marielle
Reprodução

A 1ª turma do Supremo Tribunal Federal aceitou, por unanimidade, a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra irmãos Chiquinho e Domingos Brazão e o delegado Rivaldo Barbosa, acusados de mandar matar a então vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (18). 

Todos os ministros seguiram o voto do relator, o ministro Alexandre de Moraes, que argumentou que a acusação trouxe elementos fortes da organização e dos assassinatos de Marielle e do motorista Anderson Gomes. Ele defendeu a competência do STF em julgar o caso. 

Ele foi seguido pelos ministros Flávio Dino, Cristiano Zanin, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Agora, o caso vai para instrução. Com a acusação aceita pelo STF, os acusados devem responder a uma ação penal pelos crimes de homicídio e organização criminosa.

O delegado Rivaldo Barbosa também é acusado de obstruir as investigações do caso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais