Notícias

Suspeito de lavagem de dinheiro para o PCC participou de evento com Bolsonaro

Da Redação, com Jornal da Band 04/01/2021 • 19:32 - Atualizado em 04/01/2021 • 20:06
Suspeito de lavagem de dinheiro participou de evento com Bolsonaro
Suspeito de lavagem de dinheiro participou de evento com Bolsonaro
Reprodução TV


Há uma semana, Fredy da Silva Bento, que é suspeito de lavar dinheiro para o PCC, foi um dos convidados de um jogo beneficente em Santos em que estava o presidente Jair Bolsonaro. As informações são do Jornal da Band

Ele é dono de restaurantes, lojas e empresa de eventos. Porém, para a polícia, tudo isso seria uma fachada para lavar dinheiro do megatraficante André do Rap. No último dia 28 de dezembro, Fredy foi um dos convidados de um jogo beneficente no “Natal sem Fome”, na Vila Belmiro, estádio do Santos.

Fredy é investigado pela Polícia Civil por lavagem de dinheiro para o narcotraficante André Oliveira Macedo, o André Do Rap, integrante do PCC que foi solto após decisão do ministro do STF Marco Aurélio Melo, em outubro do ano passado e está foragido. A investigação sobre Fredy foi revelada com exclusividade pelo Jornal da Band há quase 5 meses.

Na relação oficial do jogo da 16ª edição do "Natal Sem Fome", que reuniu artistas, boleiros, políticos e amigos dos organizadores, o nome do suspeito na escalação da equipe azul está em branco, o que levanta a suspeita de que a inteligência da Presidência pode ter sido ludibriada.

Em nota, o Gabinete de Segurança Institucional disse que o evento não foi organizado pela Presidência da República e disse que não é responsável pela agenda de Bolsonaro, nem tem poder de polícia. Garantiu também que os protocolos da segurança pessoal do presidente foram cumpridos.

O ex-jogador Narciso, que criou o evento, terceirizou a organização do jogo para o empresário Rodrigo Jaka, que não foi encontrado para justificar a presença de Fredy na lista.

  • André do Rap
  • PCC
  • Fredy da Silva Bento
  • bolsonaro