Notícias

Temer elogia Ricardo Nunes e diz que novo prefeito de SP não deve mudar estrutura de gestão

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, ex-presidente salientou "serenidade" de colega do MDB que assume prefeitura

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 17/05/2021 • 10:07 - Atualizado em 17/05/2021 • 13:48

Ricardo Nunes vai manter a estrutura de administração da cidade de São Paulo, incluindo o secretariado, pelo menos no início de sua gestão na prefeitura após a morte de Bruno Covas. É o que afirmou nesta segunda-feira (17), para a Rádio Bandeirantes, o ex-presidente Michel Temer, que é do mesmo partido do novo prefeito da capital, o MDB. 

“Acho que ele não vai mudar uma linha daquilo que está programado, não só no plano programático, mas também no tocante àqueles que serviam ao Bruno Covas e que, naturalmente, tinham ligações com ele”, analisou. Ouça a entrevista na íntegra acima.

Bruno Covas era do PSDB, mas Temer diz que eventuais mudanças no futuro, se acontecerem, não ocorrerão por “razões políticas”. 

Para o Jornal Gente, Temer salientou que Covas e Nunes eram próximos e reforçaram laços de amizade na última campanha. 

De acordo com o ex-presidente, o novo prefeito se distingue pela “serenidade” e vai dar sequência ao programa de governo do antecessor, que foi muito elogiado pelo ex-presidente. 

Quem é o novo prefeito de SP?

Ricardo Nunes (MDB), de 53 anos, assume a Prefeitura de São Paulo após a morte do prefeito Bruno Covas, no último domingo (16), vítima de câncer. O antigo vice foi vereador por dois mandatos antes de chegar na chapa de Covas nas eleições de 2020, um em 2012 e foi reeleito em 2016 e é ligado à Igreja Católica.

Nunes é empresário, ex-presidente da Associação Empresarial da Região Sul (AESUL), Associação das Empresas Controladoras de Pragas do Estado de São Paulo (ADESP) e Associação Brasileira das Empresas de Tratamento Fitossanitário e Quarentenário (ABRAFIT).

Desde o afastamento de Covas por causa da doença, o vice adota um tom discreto e mostra que a única meta é de não promover grandes mudanças no que já estava sendo realizado pela equipe do ex-prefeito. “Acho que a melhor homenagem que podemos fazer ao prefeito Bruno Covas é continuar cuidando da população, que é o que ele sempre nos orientou e cobrou da gente mesmo agora, quando teve a última internação. Que a cidade não parasse e a gente cuidasse das pessoas”, disse Nunes.

No combate à pandemia de coronavírus, a expectativa é a de seguir os critérios técnicos utilizados pela Prefeitura até aqui.

Novo prefeito fala em "continuidade" da gestão de Bruno Covas; assista

  • michel temer
  • ricardo nunes
  • prefeitura de são paulo