Notícias

Temer sobre eleições presidenciais: “Acho irresponsável antecipar 2022 para 2021”

Ex-presidente confirmou conversa com Luciano Bivar, presidente do PSL: “Trocamos ideias, simplesmente isso (...), mas vejo que o pensamento dele é consonante com o que estamos trabalhando”, disse a José Luiz Datena

Da redação, com Rádio Bandeirantes 03/06/2021 • 12:20
Temer sobre eleições presidenciais: “Acho irresponsável antecipar 2022 para 2021”
Temer sobre eleições presidenciais: “Acho irresponsável antecipar 2022 para 2021”
Folhapress

O ex-presidente Michel Temer foi questionado por José Luiz Datena no Manhã Bandeirantes desta quinta-feira, 03, na Rádio Bandeirantes, se ele tem sido procurado para ser o candidato da terceira via nas eleições presidenciais de 2022. Temer respondeu dizendo achar irresponsável já se pensar em eleições. “Nos dias atuais, as pessoas dizem que eu poderia ser o caminho do meio, porque eu teria o que dizer, experiência, teria o que apresentar. Mas, confesso que acho irresponsável que se antecipe 2022 para 2021.”

Temer ainda completou dizendo que o momento é de planejamento. “Qual é o candidato que já está apresentando projeto ao País? Não há. Tem o a favor e o contra, mas você não sabe o que eles vão apresentar exatamente. Para se ter credibilidade é preciso ter projeto.”


Há poucos dias, Temer se encontrou com o presidente do PSL, Luciano Bivar, e, de acordo com ele, o momento foi unicamente para “troca de ideias”. “O presidente do PSL, Luciano Bivar, é meu velho conhecido, e esteve comigo [recentemente], me procurou com o Baleia Rossi, deputado federal e presidente nacional do MDB, querendo conversar, trocar ideias, especialmente em função das entrevistas que tenho dado, queria me ouvir (...). Trocamos ideias, simplesmente isso. Mas vejo que o pensamento dele é consonante com o que estamos trabalhando aqui”, entregou. 

Questionado por Datena sobre a possibilidade de deixar o MDB, Temer garantiu que não. “Não, enfim... meu primeiro partido foi o MDB é onde fiz minha carreira.”

Também segundo o ex-presidente, uma terceira via nas eleições de 2022 seria útil ao eleitorado. “Você tem uma forma, vamos chamar assim, mais radical de um lado, e mais radical do outro, e o eleitor tem o direito de ter outra opção. Não se pode impedir que ele tenha uma terceira opção. Isso é um beneficio ao eleitorado. Se não houver mais de uma opção, pode ser que existam muito votos em branco.”

O presidente do PSL, Luciano Bivar, é meu velho conhecido, foi deputado comigo, esteve comigo, me procurou com o Baleia Rossi querendo conversar, trocar ideias, especialmente em função das entrevistas que tenho dado, queria me ouvir, trocar ideias (...). Trocamos ideias, simplesmente isso. Mas vejo que o pensamento dele é consonante com o que estamos trabalhando aqui. 

Questionado sobre a possibilidade de deixar o MDB, Temer disse que não. “Não, enfim, meu primeiro partido foi o MDB, onde fiz minha carreira.”

  • temer