Notícias

Torcedores de São Paulo e Palmeiras brigam em estação de trem da zona leste

Após semi da Copinha, são-paulinos e palmeirenses se enfrentaram e vandalizaram estação Guaianazes, da linha 11-Coral da CPTM

Da Redação, com BandNews TV 23/01/2022 • 23:34 - Atualizado em 23/01/2022 • 23:43

Após a invasão de torcedores do São Paulo e até uma faca arremessada no campo da Arena Barueri, na semifinal da Copinha contra o Palmeiras, que teve ao menos quatro presos, as confusões continuaram do lado fora do estádio. São-paulinos e palmeirenses se enfrentaram e causaram destruição na estação Guaianazes, da linha 11-Coral da CPTM, na zona leste da capital.

As brigas aconteceram na madrugada deste domingo (23), horas após a partida, que aconteceu com torcida única de tricolores. Nas imagens gravadas da confusão, divulgadas pelo jornalista Vitor Guedes, do Bandsports, os torcedores rivais se encontraram e destruíram parte da estação, onde até fogos de artifício foram lançados.

As autoridades informaram que os vândalos quebraram placas de sinalização, uma câmera de monitoramento, sete lâmpadas, dois gradis, uma máquina da AutoPass e os portões de acesso ao lado da linha de bloqueio e do terminal norte. O acesso da estação Guaianazes da CPTM ficou fechado até as 10 da manhã deste domingo para que funcionários pudessem fazer a limpeza do local.

Um são-paulino de 23 anos ficou ferido na perna e foi socorrido ao Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, mas precisou ser transferido para o Hospital Municipal do Itaim. A Secretaria de Segurança Pública não informou seu estado de saúde.

O caso foi registrado na delegacia do Parque do Carmo, também na zona leste.

A CPTM informou que disponibilizará as imagens da ocorrência para os investigadores da delegacia especializada que apura crimes cometidos por torcedores. Até agora, ninguém foi detido.