Notícias

União é condenada após declarações de Weintraub sobre estudantes

Da Redação 31/07/2020 • 22:27
Ex-ministro da Educação afirmou que existem plantações de maconha em universidades públicas
Ex-ministro da Educação afirmou que existem plantações de maconha em universidades públicas
Luciano Freire/MEC

O governo federal terá que pagar uma indenização de R$ 50 mil ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos devido a declarações feitas pelo ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, em 21 de novembro de 2019.

Na ocasião, Weintraub disparou uma série de acusações contra estudantes, afirmando que haveria "extensivas plantações de maconha" nas áreas de instituições de ensino públicas.

A decisão foi tomada pela juíza federal Silvia Figueiredo Marques, da 26ª Vara Cível Federal da capital paulista, na última quinta-feira, 30.

Segundo a juíza, a honra coletiva dos estudantes foi atacada, "sem dó nem piedade" pelo ex-ministro. A autora da ação é a União Nacional dos Estudantes (UNE).

Em sua defesa, a União contestou a ação afirmando não ter havido acusação, inferência ou imputação de ilícito a reitores, professores, diretores, técnicos, alunos ou representantes de universidades federais.