1.141 procuradores do MPF receberam acima do teto salarial em dezembro

Da redação 20/01/2022 • 09:34
1.141 procuradores do MPF receberam acima do teto salarial em dezembro
1.141 procuradores do MPF receberam acima do teto salarial em dezembro
Reprodução / Vergani_Fotografia/Thinkstock

Todos os 1.141 procuradores do Ministério Público Federal receberam acima do teto salarial no último mês de dezembro.  

O pagamento extra foi autorizado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.  Entre benefícios e outros penduricalhos, 16 deles receberam quase 500 mil reais!

O valor extrapola - e muito - o teto do funcionalismo público determinado pela Constituição Federal de 88, que é de 39 mil reais. 

Essa quantia, por exemplo, corresponde ao salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal.  

Os valores exorbitantes já assustam por si só, mas o mais surpreendente é que todos esses pagamentos estão dentro da lei.  

Em nota, a Associação Nacional dos Procuradores afirma que os rendimentos se referem a licenças e férias não usufruídas, além de abonos e indenizações.  

Já o Ministério Público ressalta que parte dos pagamentos foi determinada pela Justiça.  

Para o advogado especialista em direito administrativo, Bruno Fishgold, já passou da hora de pensar em mudanças.

O maior contracheque foi de 471 mil reais, somando verbas e rendimentos brutos.

Vale lembrar que quem paga tudo isso é você, querido ouvinte!