Futebol

António revela pedido do elenco para ficar e analisa crise: "Preciso ser mais do que técnico"

Treinador não divulgou qual momento ficou próximo de deixar o Timão

Da Redação

O técnico António Oliveira elogiou o elenco do Corinthians após o empate por 2 a 2 contra o São Paulo na Neo Química Arena neste domingo (16). O treinador elogiou o comprometimento da equipe no clássico, e divulgou até que chegou a ficar perto de sair do clube, mas permaneceu por pedido dos jogadores.  

Eles também foram responsáveis para eu continuar aqui, porque me pediram para continuar. Isso é passado já não interessa para nada agora.  

“Só estou dizendo que estou cada vez mais apaixonado por este clube, que me entrego de corpo e alma. Todos os dias acordo com uma disponibilidade enorme para poder novamente começar a trabalhar”, disse o técnico.  

Questionado quando ele chegou a pensar em sair do Corinthians, o técnico se recusou a responder, dizendo apenas que foi algo “do passado”.  

Oliveira ainda comentou da situação atual do Timão, com elenco curto e crises constantes. O português afirmou que precisa ser mais que um técnico para gerenciar o os jogadores.  

“Eu aqui tenho que ser muito mais do que apenas um treinador de futebol, porque não é fácil diante das circunstâncias e das dificuldades mobilizar esta gente constantemente”, disse.  

Apesar dos elogios, o técnico não saiu satisfeito com o empate no Majestoso, apesar de ter ficado duas vezes atrás do placar e jogar o final do segundo tempo com um jogador a menos, após a expulsão do zagueiro Caetano.  

“O empate não é bom resultado. Nós não trabalhamos para empatar, trabalhamos para ganhar. É evidente que os contornos e a história do jogo podem eventualmente ditar que no fim do jogo precisarmos achar que o resultado possa ser bom”, disse António Oliveira.  

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais