Dengue: Estado de SP registra o maior número de mortes no país em 2022

Da Redação 18/05/2022 • 08:32 - Atualizado em 18/05/2022 • 08:56
A incidência da dengue em São Paulo é de 398 casos a cada 100 mil habitantes
A incidência da dengue em São Paulo é de 398 casos a cada 100 mil habitantes
Agência Brasil

O Estado de São Paulo lidera o número de mortes por dengue no país em 2022.  

Segundo o Ministério da Saúde, são 99 óbitos já confirmados em cidades paulistas.

Com relação aos casos, foram registrados 185 mil até aqui em 2022 - alta de 53% na comparação com o mesmo período do ano passado.  

A incidência da dengue em São Paulo é de 398 casos a cada 100 mil habitantes - a sétima maior do país.  

São José do Rio Preto, Votuporanga, Araraquara e a capital paulista estão entre as 10 cidades com mais registros no país neste ano.  

 O secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, atribui a alta ao maior volume de chuvas.

Jean Gorinchteyn lembra que a dengue não tem sintomas respiratórios.  

Normalmente, o paciente tem muita dor no corpo, nas articulações e na cabeça - em cima e atrás dos olhos - além de febre.  

Assim, é possível diferenciar de outros diagnósticos, como gripe e Covid-19.  

O secretário de Saúde de São Paulo cobrou o Ministério da Saúde para que envie ao Estado mais testes para detecção da dengue.

Questionado, o Ministério da Saúde ainda não emitiu um posicionamento.  

O Brasil notificou mais de 700 mil casos de dengue nas 18 primeiras semanas deste ano, uma alta de 150% na comparação com o mesmo período de 2021.