Fachin diz que quem duvida do sistema eleitoral está contra a Constituição

Da Redação 13/05/2022 • 14:25
Edson Fachin
Edson Fachin
STF

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral eleva o tom e diz que quem coloca em dúvida o sistema de votação no País está contra a Constituição.  

A declaração de Edson Fachin ocorreu após visita a especialistas que analisavam a segurança das urnas eletrônicas.  

Entre outras coisas, o ministro reiterou que o TSE não vai aceitar a interferência de ninguém e que quem vai ganhar as eleições é a "democracia".

Sobre a tensão com as Forças Armadas, Edson Fachin preferiu exaltar a importância dos militares nas eleições.  

Segundo o presidente do TSE, são os oficiais que permitem a votação de brasileiros que vivem nos extremos do País, como os quilombolas e povos ribeirinhos.

Já em relação à participação das Forças Armadas na Comissão de Transparência Eleitoral, Fachin ressaltou que essa é uma contribuição de "acompanhamento".

O ministro deixou claro que "quem trata de eleições são forças desarmadas".

As falas de Edson Fachin foram vistas como um recado a Jair Bolsonaro, que critica o processo eleitoral do País, mas o ministro disse que foi apenas uma "constatação".

Mesmo assim, durante as lives semanais, o presidente da República respondeu e afirmou que "ninguém quer atacar as urnas eletrônicas".