Esporte

Beting: Dudu decidiu sair por relação com Abel, mas papo com torcida "balançou"

Cruzeiro anunciou acordo pelo atacante do Palmeiras na tarde deste sábado

Da redação

No Apito Final da Rádio Bandeirantes, Mauro Beting explicou a negociação entre Cruzeiro e Palmeiras pelo atacante Dudu.

De acordo com o comentarista, Dudu decidiu ir para a Raposa por dois motivos: além do ganho financeiro com um contrato longo, pesou a ‘estremecida’ relação com o técnico Abel Ferreira. No entanto, conversas com líderes da organizada Mancha alvi Verde fez o jogador "balançar".

“Por que ele quer ir? Primeiro porque é muito dinheiro [contrato longo e aumento salarial], e segundo por causa da relação entre ele e Abel Ferreira. Sobretudo do Dudu em relação ao Abel, menos do Abel em relação ao Dudu. Ele [Dudu] não se sentia confortável para isso [seguir no Palmeiras com o técnico]. Parece que essa questão teria sido decisiva para a tomada de posição do Dudu: ‘Não quero mais trabalhar com o Abel’. Eles tiveram há dois dias uma conversa, foi uma conversa mais protocolar, mais republicana”, iniciou Mauro Beting.

“O negócio estava apalavrado e bem encaminhado porque o Palmeiras aceitou a negociação. Só que nesta tarde, quando a notícia vaza, e a torcida do Palmeiras fica desse jeito, membros da torcida Mancha alvi Verde foram conversar com o Dudu, e, nessa conversa, o Dudu, que estava definido e decidido a aceitar a proposta, sentiu ‘a pressão’ [chateação] da torcida. Isso teria feito o Dudu realmente balançar, e a coisa que estava fechada, faltando apenas exames médicos, deu uma estancada da parte do Dudu”, acrescentou.

“Essa ‘rateada’ do Dudu coloca tudo em suspense. Feeling, mais do que informação: vai sair negócio. Até porque foi criado um clima de que o Dudu dificilmente permanece no Palmeiras com o Abel. O que estava definido, agora está em dúvida pelo lado do Dudu”, concluiu Mauro Beting.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais