Notícias

Nunes dá prazo para anúncio de vice após conversa com Bolsonaro e Tarcísio

Coronel Mello Araújo (PL) foi indicado pelos aliados para as eleições de outubro

Por Maira Di Giaimo

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) elogiou o Coronel Mello Araújo (PL), mas preferiu não cravar que o ex-comandante da Rota será o seu vice nas eleições de outubro após se encontrar com Tarcisio de Freitas (Republicanos) e Jair Bolsonaro (PL) nesta sexta-feira (14). 

Segundo Nunes, o plano é que o vice seja decidido até o final da semana que vem. 

“Nós não vamos decidir o vice agora. Agora o Mello tem a indicação, a simpatia do presidente Bolsonaro e do governador Tarcísio. A questão do vice vai ser no momento em que a gente vai poder conversar com todos os partidos. A gente está tentando ver se faz isso até o final da semana que vem”, afirmou. 

Membros da chapa de Nunes resistem ao nome. Segundo o próprio prefeito, deputados do PP chegaram a se opor à indicação. 

Nome indicado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-comandante da Rota teve o apoio público anunciado por Tarcísio nos últimos dias. O governador também pediu pressa na decisão de quem vai compor a chapa da aliança. 

A pressão de Tarcísio tem como influência a pré-candidatura Pablo Marçal (PRTB). A avaliação é que o deputado pode tirar votos da direita conservadora do atual prefeito. Mello poderia ser uma forma de segurar esse eleitor.

Após o almoço, Bolsonaro negou que apoia Marçal na corrida para a Prefeitura, mesmo tendo se encontrado com o candidato. 

“Eu estou fechado com ele [Nunes] desde o primeiro momento. Eu espero que vice chegue da melhor forma consensual possível. Só a minha presença aqui, do Tarcísio, do Mello, do próprio prefeito que nos convidou, já um sinalizador aqui realmente estamos começando bem esse diálogo para quando bater o martelo”, disse Bolsonaro. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais