Polícia Federal conclui investigações do vazamento de óleo no litoral brasileiro

Da redação 03/12/2021 • 08:09
Polícia Federal conclui investigações do vazamento de óleo no litoral brasileiro
Polícia Federal conclui investigações do vazamento de óleo no litoral brasileiro
ANP/AFP

A Polícia Federal conclui o inquérito sobre o vazamento de óleo que poluiu o litoral brasileiro em 2019.  

E atribui a um navio de bandeira grega a responsabilidade pelo desastre ambiental.  

Na época, as manchas de petróleo se espalharam por 11 estados brasileiros, atingindo mais de 2 mil quilômetros de extensão da costa.  

A empresa Delta Tankers e dois tripulantes foram indiciados por crimes previstos na lei ambiental.  

Na lista estão prejuízo direto ou indireto às unidades de conservação e poluição que resulte em danos à saúde.

O inquérito apontou que o comandante do navio e o chefe de máquinas deixaram de comunicar o lançamento de óleo às autoridades.  

O desastre afetou principalmente atividades de pesca e de turismo.  

A ambientalista Iracy Wanderley exige reparação dos danos.  

O Ibama diz que, no total, cinco mil toneladas de resíduos foram recolhidas da costa brasileira.

  • crime ambiental
  • polícia federal
  • Brasil
  • vazamento de óleo