Preço do diesel alcança recorde após a quinta semana seguida de alta

Da Redação 24/05/2022 • 13:33
Litro custa, em média, 6 reais e 94 centavos no país
Litro custa, em média, 6 reais e 94 centavos no país
Agência Brasil

O preço do diesel está hoje em patamar recorde após a quinta semana seguida de alta.

O litro custa, em média, 6 reais e 94 centavos no país, mas pode passar dos 8 reais em locais como o estado do Acre.

No ano, o aumento acumulado soma quase 30%.

E não há no radar sinais de reversão desse quadro, destaca a economista Natália Maria Cruz.

A alta do diesel tem efeito dominó; o frete fica mais caro e, consequentemente, os alimentos também.

Principalmente em um país como o Brasil, onde a cadeia produtiva depende do transporte rodoviário.

Segundo a Associação Brasileira das Centrais de Abastecimento, produtos vendidos nas Ceasas tiveram aumento médio de 10%.

Proprietário de uma distribuidora, Waldir Júnior diz que o movimento foi sentido principalmente nas últimas duas semanas.

E não é só a comida que fica mais cara; Edilton Cirino teve de cortar despesas no restaurante dele.

Ontem, o governo anunciou mais uma redução de 10% nas alíquotas do Imposto de Importação sobre grande parte dos produtos comprados no exterior.

A medida atinge mais de 6 mil mercadorias, incluindo feijão, carne, massas, biscoitos, arroz e materiais de construção.  

A redução começa em primeiro de junho e terá validade até 31 de dezembro de 2023.

De acordo com o Ministério da Economia, a medida visa reduzir os impactos da pandemia e da guerra na Ucrânia sobre o custo de vida e o setor produtivo.

O dólar fechou em queda pela terceira sessão seguida e encerrou a segunda-feira vendido a 4 reais e 80 centavos, queda de um 1,4%; já o IBovespa subiu 1,71%.