Revogação da reforma trabalhista pode prejudicar a economia do país; entenda

Da Redação 25/01/2022 • 14:47
Carteira de Trabalho
Carteira de Trabalho
Agência Brasília

A revogação da reforma trabalhista vai gerar insegurança jurídica e dificuldades para a economia do país.

A conclusão é do professor de direito do trabalho e advogado Gabriel Santoro, entrevistado no Linha Direta com a Justiça, da Rádio Bandeirantes.

O especialista apontou os efeitos da promessa de candidatos de cancelar as mudanças aprovadas em 2017.

Segundo ele, com o lema de priorizar acordos entre patrão e empregados ao texto da lei a reforma modernizou as relações de trabalho no país.

Dentre os pontos destacados está a alteração de critérios de gratuidade em ações, revisão de honorários e ônus da prova.

Do ponto de vista coletivo, a legislação acabou com a contribuição sindical obrigatória.

Na opinião do professor Gabriel Santoro, este é um ponto em que os legisladores poderiam avançar ainda mais.

Pela lei, cada categoria profissional só pode ser representada por um sindicado em cada cidade do país.

Sendo assim, o trabalhador fica sem alternativa, caso não simpatize com os ideais defendidos pela entidade a que pertence.